PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - sábado, 22 de julho de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
25/01/2011 - 14h 30min
Canal do Sertão

Governo inicia nova etapa do Canal do Sertão

(Fotos: ASCOM-SEINFRA)
Acássia Deliê - ASCOM-SEINFRA-AL

Para o secretário Marco Fireman, manutenção dos empregos é um dos fatores mais importantes da obra

Sem pausas, nem interrupções. Com a fase final da primeira etapa do Canal do Sertão, o Governo de Alagoas já iniciou a construção do segundo trecho da obra, que se estende do km 45 ao km 64,7. A sequência garante, somente neste início dos trabalhos, a manutenção de 300 empregos diretos, número que deve subir para 900 nos próximos meses.

As frentes de trabalho são abertas em diversos pontos dos municípios de Pariconha, Água Branca e Inhapi, com serviços de topografia, escavação e terraplenagem do canal. Para o secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman, a continuidade da obra sempre foi uma das prioridades da gestão do governador Teotonio Vilela Filho.

“O Canal do Sertão é uma das principais obras de recursos hídricos do Brasil e grande geradora de emprego e renda. Sempre trabalhamos para sequenciar uma etapa na outra, evitando períodos de desemprego temporário. Isso foi possível graças aos esforços do governo estadual, que cumpriu todos os trâmites legais e garantiu os recursos para a construção deste segundo trecho”, diz o secretário Marco Fireman.

Diretrizes
Em seminário realizado no último dia 14, Fireman destacou a agilidade na execução dos primeiros 45km do canal e cobrou das empresas responsáveis pelo projeto de execução da obra que haja gerenciamento e planejamento para evitar repetir falhas durante a construção do segundo trecho.

“Temos avançado com muita responsabilidade, agilidade e transparência, inclusive junto aos órgãos de controle e fiscalização. Estes mesmos esforços devem continuar”, destacou Fireman.

Durante o seminário, foram discutidas ainda questões técnicas referentes à supervisão e manutenção da obra, além das diretrizes estabelecidas para o projeto, como a prioridade da água canalizada para abastecimento da população e para o desenvolvimento agrícola dos pequenos produtores sertanejos.

“O Canal do Sertão se destina ao pequeno produtor rural de Alagoas. Esta é a diretriz do governador Teotonio Vilela Filho para a obra e assim ela está sendo desenvolvida. Uma das principais ações é a criação do Centro de Capacitação do Canal do Sertão, voltado para os pequenos produtores, visando a sustentabilidade do projeto”, ressalta Ricardo Aragão, superintendente de Projetos Especiais da Seinfra-AL.

O canal
Direcionado para os pequenos produtores da região, o Canal do Sertão vai possibilitar abastecimento de água para quem sofre anualmente com os flagelos decorrentes da seca. A perspectiva do Governo do Estado é avançar até o km 150 durante os próximos quatro anos. No total, serão 250 km de canal, levando água para mais de um milhão de alagoanos em 42 municípios.

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados