PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - quarta, 24 de maio de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
08/10/2009 - 12h 45min
Curiosidades

Médico Legista de arapiraca relata caso de Osmogênese Milagrosa

Poros no braço do padre altamente hipertrofiados. (Fotos: )
Da Redação

O texto a seguir foi enviado a redação do Portal Maltanet pela Dra. Maria José Cardoso Ferro e é fruto do relato do médico legista do IML-Arapiraca Kleber Tenório.

Se certos fenômenos de osmogênese (exalar perfume) em vida são difíceis de serem explicados, muito mais o são na morte e depois, quando pela lei natural, segue a deteriorização e consequente estado de putrefação. Quando se poderia esperar emanações féticas provenientes da decomposição, surge do cadáver de muitos santos, um aroma próprio, característico, não identificável com aromas naturais ou artificiais, duradouro. É a isto que se denomina "odor de santidade". Durante toda a história este fato só foi verificado com o corpo de algumas pessoas santas.
O número é grande para dar uma idéia da extensão do fato inexplicável do "odor de santidade" verificado em cadáveres, incorruptos.
A ciência não explica o fato, verificado há muitos séculos, que continua ocorrendo e que está confirmado por estudos aprofundados, do "odor de santidade" nas suas características específicas.
São fatos de todo fora de série, inexplicados e inexplicáveis perante os quais é impossível permanecer indiferente, cético, ou simplesmente negar a realidade.
Cabe à ciência, uma vez que o fato é perceptível pelos sentidos, analisá-los e tentar explicá-los, estabelecer a superação das possibilidades de uma explicação natural.
Um caso desse tipo ocorreu com o padre Severino Silvino da Silva, pároco de Olinda, na Grande Recife que faleceu vítima de um acidente de trânsito em Alagoas, no dia 22/08/2009.
De acordo com as informações o padre morreu na hora e seu corpo foi removido para o IML de Arapiraca. Os funcionários ficaram impressionados com 3 fatos: 1- O IML estava com um odor forte devido a um cadáver que estava em putrefação e quando foi iniciada a necropsia do padre aos poucos este cheiro pútrido foi sendo substituído por um suave perfume de rosas; 2-os poros do padre começaram a dilatar, fenômeno nunca visto pelos Peritos e 3- nenhuma mosca pousou no corpo do padre.
O padre estava na paróquia de Peixinhos desde sua ordenação, há 10 anos. Ele era jovem, 39 anos, mas muito firme e fez muito pela comunidade, disse Gilvanete Inácio, 42 anos, tesoureira da paróquia de São Sebastião. Foi na capela dessa comunidade que o padre celebrou sua última missa, na quarta-feira passada. Na quinta, ele viajou para Aracaju.
A família do religioso estava presente à celebração do arcebispo de Olinda e Recife, no Caic. Todos os parentes estavam muito abatidos e falaram pouco. O pai do pároco, Severino Silvino, 61, disse que o filho mais velho nasceu em Igarassu e, desde menino, sonhava em ser padre.
Vejam as fotos que mostram os poros no abdome e braço do padre altamente hipertrofiados.

O Padre Quevedo explica esse fenômeno Clique aqui

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados