PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - sexta, 19 de janeiro de 2018

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
29/12/2017 - 23h 30min
Política

Concurso da Educação terá inscrições abertas na terça-feira (2), anuncia Renan Filho

Governador faz última transmissão ao vivo em suas redes sociais em 2017 (Fotos: Márcio Ferreira)
Por Petrônio Viana - Agência Alagoas

Certame vai oferecer 850 vagas para professores em 13 áreas de conhecimento: inscrições custam R$ 95 e salários iniciais são de R$ 2.195

Na última transmissão ao vivo em suas redes sociais em 2017, realizada na tarde desta sexta-feira (29), o governador Renan Filho anunciou a abertura, na próxima terça-feira (2), das inscrições para o concurso para 850 professores da rede estadual de ensino.

Ao lado do secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques, Renan Filho deu detalhes do concurso, cujo edital foi publicado na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do Estado. A previsão é de que as provas sejam realizadas no último domingo do mês de março.

“É um grande sonho que está se materializando. A partir do dia 2 de janeiro, os interessados já podem iniciar o processo de inscrição. Por meio do Diário Oficial, os candidatos já podem verificar o conteúdo das provas e começar a se preparar”, disse o governador.



Segundo o secretário Fabrício Marques, o valor das inscrições será inferior ao do último concurso da Educação, realizado em 2013. “É uma felicidade imensa para todos que fazem o Governo de Alagoas lançar este edital no último dia útil de 2017. No último concurso da Educação, feito há quatro anos, as inscrições custaram R$ 115. Hoje, daria cerca de R$ 140, R$ 150, em valores atualizados pela inflação. Seguindo as orientações do governador Renan Filho para que fosse feito um concurso da forma mais transparente e com o menor custo possível, negociamos as inscrições em R$ 95, mesmo valor das inscrições para os concursos da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros”, disse o secretário.

De acordo com Renan Filho, o valor das inscrições vai ampliar seu alcance, oferendo oportunidade para um maior número de pessoas que buscam uma vaga no serviço público. “Esse é um concurso transparente, com as inscrições baratas para aumentar o número de pessoas concorrendo, dando chances a todo mundo de participar. É um concurso conectado com as necessidades de Alagoas. O Estado precisa mesmo garantir oportunidades para todo mundo concorrer”, disse o governador.

Serão oferecidas vagas para professores em 13 disciplinas, sendo elas Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e Sociologia. A grande novidade deste concurso, na avaliação do governador e do secretário, é a seleção feita especificamente para cada um das 13 Gerências Regionais de Educação (Gere), com provas realizadas em Maceió e em Arapiraca.

“Na hora que o candidato for fazer a inscrição do concurso, ele vai escolher onde quer trabalhar. Ao escolher o local, o candidato será aprovado no concurso para aquela região, porque o Estado quer suprir a necessidade de professores em algumas localidades. Não adianta ter um excesso de professores em uma região, se falta em outra. O aluno alagoano é igual em todo o Estado”, lembrou Renan Filho.

“O grande objetivo de fazer as provas direcionadas para cada área do Estado é que haja a garantia de pessoas qualificadas para ocupar aquelas vagas. No momento da inscrição, o candidato já sabe que aquela vaga está ofertada para determinada região. É uma forma de garantir que as regiões sejam atendidas, interiorizando e dando qualidade ao ensino. Foi feito todo um estudo de demanda, de qualificação para isso. Aquela região que eventualmente não atingir o mínimo de pessoas aprovadas poderá ser atendida com as de outras regiões, se for o ideal. Mas o objetivo é que a gente consiga atingir a demanda com professores que morem na cidade. Isso é muito importante para a Educação”, explicou Fabrício Marques.

O governador Renan Filho destacou ainda que prevê 30 horas semanais de trabalho para cada professor aprovado, com salários iniciais no valor de R$ 2.195. “É a primeira vez que Alagoas faz concurso para 30 horas. Isso vai otimizar o número de horas do professor na escola, melhorar a aprendizagem e melhorar a preparação da aula. O salário inicial é de R$ 2.195. Esse salário pelo menos dobra até o final da carreira. Existe uma progressão, o professor que faz uma graduação tem incremento, existe um Plano de Cargos e Salários, tem a estabilidade do serviço público. Então, será um grande concurso”, disse.

De acordo com Renan Filho, um novo concurso, desta vez para a Secretaria de Estado da Fazenda, também já está em fase de planejamento pelo Governo de Alagoas. “Fazer concurso público colabora muito para que o Estado cumpra seu papel definitivo, trazendo os melhores para a administração pública, possibilitando a melhoria da qualidade dos serviços como a Educação e o policiamento. Também vamos fazer concurso brevemente para a Secretaria da Fazenda, de maneira que os estudantes e quem espera oportunidades possa ter certeza que, aqui em Alagoas, nós estamos trabalhando para oferecer a chance de ingressar no serviço público”, concluiu Renan Filho.

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2018 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados