PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - sexta, 19 de janeiro de 2018

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
23/12/2017 - 10h 15min
Política

Vereadores discutem e polícia vai parar na frente da Câmara de Santana

(Fotos: Lucas Malta www.alagoasnanet.com.br)
Por Lucas Malta www.alagoasnanet.com.br

"Vereadora Fofa, quando você vier, traga duas saias, uma pra senhora e outra para o vereador Roberto", ironizou Meirica.

Um bate-boca entre vereadores quase virou caso de polícia na manhã desta sexta-feira (22) na cidade de Santana do Ipanema, no Médio Sertão de Alagoas. Após um “acordo não cumprido”, um dos parlamentares foi à tribuna para desabafar e gerou uma resposta do colega.

O episódio se deu com o discurso do vereador Eudes Vieira da Paixão (PSB), o “Meirica”. Ele usou o microfone para falar da “deslealdade” do vereador Roberto Oliveira (PV). Segundo o edil do PSB, seu colega traiu a confiança dele e de outros parlamentares, após um suposto acordo de bastidores.

“Eu quero parabenizar alguns colegas aqui pela lealdade. Esses eu nunca vi falar mal do gestor, enquanto tem traidor, que se denominou candidato a presidente desta Casa, que se eu fosse falar, não dá tempo pra dizer aqui as cobras e lagartos que ele soltava”, disse Meirica.

Meirica explicou que Oliveira confessou hoje que não poderia mais cumprir o trato do grupo. “Eu não posso mais acompanhar vocês porque o deputado Isnaldinho nomeou meu irmão e minha mãe ta acabando de morrer. Ou eu não sou mais presidente ou ela acaba de morrer”, disse Meirica sobre a fala do edil.

Ao término do pronunciamento, Meirica ainda ironizou o companheiro da Casa. “Eu quero parabenizar a Fofa pela mulher leal, honesta, quando se colocou candidata à presidência desta casa. Vossa excelência honra a saia que usa. Agora, quando vossa excelência vier pra cá, traga duas saias, uma pra senhora e outra para o vereador Roberto”, finalizou Meirica.

Reação

Oliveira fez uso da palavra logo em seguida de Meirica, e respondeu: “O colega aqui falou e tentou me afrontar. Ele sabe que não preciso usar saias, pois a mesma coisa que ele tem embaixo das pernas eu tenho”, exclamou.

Roberto quis justificar a fala sobre as nomeações de seu irmão e aproveitou para cutucar de volta o vereador do PSB. “Se meu irmão foi nomeado é porque ele tem capacidade. Não tenho culpa que os irmãos dele [de Meirica] não têm capacidade para assumir tal cargo”, alfinetou Roberto.

Irmão não gostou

O comentário do vereador do PV não agradou um dos irmãos de Meirica, o ex-vereador Heleno Vieira. Testemunhas ouvidas pelo site viram a chegada dele antes mesmo de encerrar a sessão. Na porta da Câmara Heleno teria dito que iria tirar satisfações com o vereador Roberto, pelo que foi dito na tribuna.

Com receio de mais problemas, uma viatura da Polícia Militar foi chamada e ficou em frente a Casa até a saída dos vereadores. A reportagem do site presenciou o momento em que Heleno viu o vereador Roberto e dirigiu algumas palavras, mas pela distância não deu para entender a mensagem.

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2018 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados