PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - segunda, 20 de novembro de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
27/10/2017 - 14h 08min
Cultura

Colunistas: Santa Missa não é entretenimento

(Fotos: Reprodução Google)
Por Pe. José Neto de França

A Santa Missa não é entretenimento, mas um culto agradável a Deus!

A Santa Missa possui uma estrutura própria, onde o celebrante principal, seus concelebrantes, quando existem, e o povo, através de várias orações distribuídas nos “Ritos iniciais”, “Liturgia da Palavra”, “Liturgia Eucarística”, “Prefácio”, “Oração Eucarística”, “Rito da Comunhão” e “Ritos Finais” formam um conjunto, dando unicidade tornando-a a oração mais importante de Igreja católica.

Essa estrutura é, e deve ser a mesma, em qualquer parte do mundo onde quer que seja celebrada. Isso engrandece ainda mais a celebração fazendo com que se perceba a catolicidade da Igreja. Todos os católicos celebram a “mesma Missa” na América do Norte, América do Sul, Europa, Ásia, África e Oceania. Essa unidade, em sintonia com o Santo Papa, o Magistério e a Tradição da Igreja, faze-a una, santa, católica... Os dons e carismas são milhares e milhares, mas uma só é a Igreja. Daí a sua riqueza espiritual. Todos em torno do único Mediador, Jesus Cristo (como filho único do Pai, pois nossa mediação só é verdadeira se for exercida como uma extensão da mediação do Filho de Deus).

Nela, a Santa Missa, os participantes oferecem o culto mais sublime à Deus, na pessoa de seu Filho Jesus Cristo. Faz-se o que Cristo mandou em sua última Ceia. Portanto, não existe oração maior e mais poderosa do que a Santa Missa.

Isso quer dizer que quem vai à Igreja para participar de uma celebração Eucarística, não pense que vai a uma festa, ou a um show, ou a um evento qualquer. Não! Não e não!

Clique Aqui e veja a crônica completa

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados