PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - quarta, 26 de abril de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
16/02/2017 - 12h 18min
Educação

Seminário discute formas de combater a invasão de drogas nas escolas

Educação é o foco para prevenir as crianças e os jovens de entrar no mundo das drogas (Fotos: José Demétrio )
Por Daniel Dabasi e Lucas Leite - Agência Alagoas

Evento foi realizado no auditório da 13ª Gere, no Cepa, e contou com a sociedade civil organizada, TJ, Seduc, Seprev e Esmal

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) e o Fórum Permanente de Combates às Drogas uniram forças para alertar gestores e profissionais da rede estadual de ensino sobre a prevenção ao uso de drogas, nesta quarta-feira (15), em seminário realizado no auditório da 13ª Gerência Regional de Educação (Gere), no Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (Cepa).

Também participaram do evento o Tribunal de Justiça de Alagoas, a Escola Superior de Magistratura do Estado de Alagoas (Esmal) e a Polícia Militar.

A iniciativa teve como intuito despertar atenção de educadores e da família para o combate ao uso de drogas ilícitas por crianças e adolescentes, além de chamar atenção para o carnaval, época em que os jovens ficam mais vulneráveis às drogas.

O médico Urânio Paiva foi um dos palestrantes do seminário e destacou o problema das drogas como uma doença crônica. “É uma doença que possui a codependência de familiares e, até mesmo, de professores. Por isso é importante qualificar o educador para saber lidar com o aluno dependente, e identificar o estudante que faz uso de droga na escola para procurar os meios de ajudá-lo”, pontuou o médico.

De acordo com o secretário executivo de Gestão Interna da Seduc, Sérgio Newton, as parcerias que o estado está firmando são de extrema importância para o combate e prevenção às drogas. “São eventos como estes que fazem a gente sair do foco de repressão, para entrar na prevenção. Só através da informação e de uma boa educação conseguiremos orientar melhor os nossos jovens”, explica Newton.

A secretária de Prevenção à Violência, Esvalda Bittencourt, corroborou com a ideia da importância de parcerias no trabalho de prevenção, e ainda relembrou o filósofo Pitágoras, com a frase “Educai as crianças e não será necessário punir os homens”.

“A [secretaria da] Educação é um parceiro fundamental, porque tudo começa na escola, na sala de aula. Prevenir as crianças e os jovens é o nosso foco. Temos que cuidar dos alagoanos. Eventos como estes servem para orientar melhor os professores, que vão replicar as mesmas ideias em sala de aula”, afirma a titular da Seprev.

A professora Noélia Costa, presidente do Fórum de Combate às Drogas, destaca, além de palestras e trocas de experiências, a distribuição das cartilhas fornecidas pela Associação de Magistrados do Brasil (AMB) e Esmal, para orientar melhor aos presentes.

“Ser ousado é o mínimo no combate às drogas, a prevenção exige criatividade e ousadia. É por isso que precisamos começar pela educação”, disse Noélia.

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados