PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - domingo, 23 de julho de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
28/08/2016 - 22h 35min
Especiais de Domingo

Escritor santanense participa da Bienal do Livro de São Paulo 2016

Manoel Constantino Filno na Bienal do Livro de São Paulo 2016 (Fotos: Assessoria)
Por José Malta Fontes Neto

Escritor santanense participa da Bienal do Livro de São Paulo 2016

Manoel Constantino Filho participa palestra no maior evento literário do Brasil

É a 24º vez que a Bienal Internacional do Livro de São Paulo faz o mercado literário nacional e internacional se voltar para ela. Realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), o evento, que ocorre entre hoje e 4 de setembro de 2016, no Pavilhão de Exposições do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana), reúne as principais editoras, livrarias e distribuidoras, e traz ao público atrações exclusivas, com a presença de autores nacionais e internacionais, lançamentos de livros, tardes de autógrafos, oficinas, brincadeiras e debates.

Dentro da programação do evento, a Bienal do Livro de Pernambuco comanda o espaço Pernambuco Continente Literário, no estande O39, que dá espaço a escritores pernambucanos, como a romancista Andrea Nunes, Valdir Oliveira, Carla Denise, Maria Alice Amorim, Abel Menezes, Carlos Melo, Manoel Constantino e Christiano Aguiar, além de outras personalidades da cultura local.

“O projeto é um exemplo contundente de resistência cultural. Nesse sentido, já chega ampliando as possibilidades para a cultura pernambucana e, em especial, a literatura, afinal, a Bienal de São Paulo é uma grande vitrine da literatura nacional. Nela, o mercado editorial se encontra e as possibilidades de ampliação de público e de negócios são imensas. Pernambuco precisa dialogar mais com outros Estados. Creio que ainda há um caminho muito longo até termos um mercado editorial pleno”, afirma o escritor pernambucano Sidney Nicéas, que lança na mostra seu novo livro, Noite em Clara, palestrando ao lado de Carlos Sierra sobre o tema Escrita e Mercado em Pernambuco, Brasil e América Latina

A literatura para a infância e juventude: arte com múltiplos olhares é o tema da palestra ministrada pelos escritores Manoel Constantino e Valdir Oliveira, amanhã, às 17h30. Como os dois também são atores, o momento ainda conta com performances de ambos sobre o livro Olhos de Ilberon, de Valdir, e Anjo de Rua, de Constantino.

Fonte:
http://m.jc.ne10.uol.com.br/canal/cultura/literatura/noticia/2016/08/26/autores-locais-vao-a-bienal-internacional-do-livro-de-sao-paulo-250255.php

MANOEL CONSTANTINO FILHO

Atua no teatro pernambucano desde 1973, com participações expressivas, como ator, produtor e diretor em diversos espetáculos (cerca de 50 peças), dentre eles:
“O Pequeno Teatro da Felicidade”, “A Viagem do Barquinho”, “Vamos Jogar o Jogo do Jogo”, “O Suplício de Frei Caneca”, “A Revolta dos Brinquedos”, “Briga Bode, Briga Onça”, “A Noite dos Assassinos”, “Peter Pan”, “Vila dos Mil Encantos”,  “Equus”, “A Viola do Diabo”, “Pinóquio”, “Flicts, a cor”,  “Batalha dos Guararapes”, “Paixão de Cristo do Recife”, “Ana Clitenminestra”, “Sem Medo De Ser feliz, Aí Que Medo Que Dá!”, “O Filho do Herói”, e os premiados  “Uma História de Amor” (as duas montagens que dirigiu recebeu diversos prêmios), “O Rei Artur”, “Maria Borralheira”, “Mudanças no Galinheiro”, “A incrível Viagem”, “Revolução da América do Sul”, “A Flor e o Sol”, “Convite de Casamento”, “O Circo Chegou e o Palhaço Sumiu” – Prêmio Apacepe de Teatro/2002 – Melhor Música de Teatro infantil. Com “O Doce Blues da Salamandra”, recebeu o Prêmio Montagem da Fundação Nacional de Arte (Funarte), tendo recebido a indicação para Melhor Trilha Sonora do Prêmio Apacepe de Teatro/2004.

Produziu e dirigiu um dos maiores sucessos do teatro infantil em Pernambuco dos últimos anos, o espetáculo A FLOR E O SOL, prêmio Apacepe de Teatro de melhor espetáculo infantil, melhor diretor, melhor atriz, melhor atriz coadjuvante, melhor texto e  melhor figurino, que em um ano e meio de temporada atingiu cerca de 25 mil espectadores.

Sua direção em REVOLUÇÃO NA AMÉRICA DO SUL, recebeu onze indicações para os melhores de teatro adulto/98, incluindo o de melhor diretor, recebendo os prêmios de melhor ator coadjuvante e melhor iluminação. Na primeira versão da montagem, recebeu o prêmio Mandacaru de Prata, para melhor espetáculo, melhor cenário, melhor atriz coadjuvante, na Mostra Nordestina de Teatro.

Criador do projeto oficina A Busca do Ator, recebeu o Prêmio Estímulo ao Teatro/98, do Ministério da Cultura- Funarte, montando a peça VIVA O CORDÃO ENCARNADO, com um elenco de 21 atores/aprendizes. Em 2004/2005, escreveu e dirigiu As Viagens da Turma do Fom Fom, peça educativa com financiamento do Detran-PE, com produção da Página21, circulando por 26 cidades pernambucanas, num total de 99 espetáculos, assistidos por 30 mil crianças.

Em 2005, fez a direção artística do Balé Deveras, com o espetáculo comemorativo dos 25 anos da companhia, que recebeu o prêmio Apacepe de Dança – Melhor Coreografia Popular.

Fonte:
http://festaliteraria.wixsite.com/7flimar/quem-vem-para-7a-flimar

   Comentários
 
João-Troça BACURAU da Rua NOVA
segunda, 29 de agosto - 02:48
Grande MANOELZINHO! ... inquieto e CRIATIVO como Seu MANOELZÃO Constantino parça de MANÉ Contantino colado ao Cine ALVORADA em loja de PERFUMARIA egressa d´O FERRAGEIRO nos anos 1950, quando as partes de PAPEL da "FERRAGEM" passaram para Dona ANA na Livraria e Papelaria AGRA na Av Rio BRANCO, depois na Pça do CENTENÁRIO cujo nome é ENÉAS, agora na Rua NOVA - a passarela ANUAL da Troça ANARCO-carnavalesca BACURAU! ... # Estimado MANOELZINHO, atencioso e CIOSO das artes do BEM VIVER com as pessoas ao REDOR das poucas PRAÇAS em St´ANA - um legado de Seu MANOELZÃO e Dona MARIINHA pra Seu SILVA primogênito em MACEIÓ, pr´o caçula MESSIAS da informática em RECIFE, e para as moças Sônia e Simone, MARILENE em Campina Grande na PARAÍBA - GentEee ... # NOMES na ponta da LÍNGUA, de COR - com o coração - é com João do MATO da Floricultura em MANGABEIRAS, Av Gustavo PAIVA perto da Av João DAVINO. ... # BOM d +, bom danado!!!
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados