PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - sbado, 18 de novembro de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
04/04/2015 - 17h 12min
Turismo

Ministério sugere visita a Maceió e a passeios no Cânion do São Francisco

Cânion do Rio São Francisco e a orla de Maceió estão no roteiro sugerido pelo Ministério do Turismo para a baixa temporada (Fotos: Neno Canuto)
Por Agência Alagoas

Preços mais em conta e comodidade são as vantagens para se viajar durante a baixa temporada

Segundo informativo do Ministério do Turismo, Maceió está entre os destinos que mais se destacam na baixa temporada. De agosto a novembro, a capital alagoana desponta entre as melhores opções de visitação.



Os registros do ministério apontam que os pacotes mais procurados do mercado, além de Maceió, são Fortaleza (CE), Porto Seguro (BA), Maceió (AL), Natal (RN) e Porto de Galinhas (PE). Além do clima quente praticamente o ano todo, o preço é atraente: na baixa temporada, os pacotes de viagem ficam em média de 30% a 50% mais baratos do que na alta: um resort em Ilhéus cobra R$ 2.370 por duas diárias na alta temporada. A mesma hospedagem custa R$ 659 na baixa, de acordo com uma agência de viagens.



Material produzido pela Agência de Notícias do Turismo justifica a procura. Viajar de março a junho ou de agosto a novembro pode gerar uma série de benefícios. O maior deles é preço. Períodos menos concorridos costumam ser sinônimo de passagens aéreas mais baratas, meios de hospedagem com desconto, alimentação e serviços turísticos a preços menores.

O Ministério do Turismo lista as vantagens: os aeroportos estão mais tranquilos; o trânsito, mais suave, e até as pessoas, muitas vezes, mais receptivas. O estudante carioca Yuri Carvalho, de 22 anos, aponta as diferenças entre visitar a mesma praia de Pernambuco na baixa e na alta estação. ?Além de preços mais baixos, alguns espaços ficam sobrecarregados com o fluxo de turistas nos períodos de férias. Viajando em baixa temporada conseguimos aproveitar melhor cada lugar?, disse.



Entre os meses de marco e junho, a pedida é registrar as belas imagens durante o passeio de catamarã no Cânion do Xingó é no outono, estação em que os raios solares, ao refletirem sob a água, realçam a tonalidade verde esmeralda do Rio São Francisco. O período de chuvas rápidas ocorre no verão e entre os meses de maio a agosto.



Entre os principais atrativos no município sergipano estão o passeio na Rota do Cangaço, que relembra a história de Lampião e Maria Bonita, a trilha que dá acesso à Gruta de Anjico, local onde Lampião foi morto, e mergulhos em praias fluviais. Os municípios de Piranhas e Delmiro Gouveia também promovem passeios que percorrem o leito do rio, além da promoção de esportes radicais, catamarãs e lanchas.

   Comentários
 
Joao-troça BACURAU da Rua NOVA
sbado, 04 de abril - 18:48
Viva a CLASSE MÉDIA - entre 1 SHOPPING fechado e seguro e 1 MANIFESTAÇÃO aberta na RUA arriscada -, a CLASSE MÉDIA sempre ALERTA qual BONS escoteiros:\- Q venham as CLASSES MÉDIAS (no PLURAL) às LAGOAS do litoral, e aos RIOS do SERTÃO! ... Mesmo com D ROUSSEF fazendo tudo ERRADO, sempre ACERTOU na mosca sobre a META q’almeja:\- um país de CLASSE MÉDIA. # * # É o que diz LULA: \- “Eles têm DIREITO”. ["IRRITADO" c "companheiros ['os BONS'] dizendo Q quem vai para a rua CONTRA ‘n prestaM’ (sic). # * * * # POIS … a CLASSE MÉDIA é diversa: as CLASSES MÉDIAS (no PLURAL)\- borram fronteiras dos trabalhadores assalariados.\- transitam da ABULIA política a MOBILIZAÇÕES intensas, articuladas em torno de valores públicos gerais (LIBERDADE, ordem, MORALIDADE, etc.). [Viva a($) cla$$e($) MÉDIA($)!], sábado d’ALELUIA 04abr15 demétrio magnoli (DOUTOR em geografia HUMANA – política internacional) _ www1.folha.uol.com.br/colunas/demetriomagnoli/2015/04/1612239-viva-a-classe-media.shtml
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados